quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Take me for a little while!

O que acontece quando duas lendas vivas do Rock decidem unir-se assim, do nada, pra montar uma banda? Surge Coverdale-Page. Um dos discos mais legais dos anos 90. Lançado mais precisamente em 1993, o disco de estréia é uma mescla de Zeppelin com Whitesnake. Arrisco-me a dizer que se o Led tivesse seguido carreira, o som iria sair dessa maneira.

Basta ouvir Pride and Joy (não, não é aquela do Steve Ray Vaughan). É Led puro. Como eu disse, juntou o guitarrista da maior banda de rock dos anos 70 (Jimmy Page) com o maior e mais carismático vocalista dos anos 70/80/90 (David Coverdale). Coverdale sempre se deu bem por onde passou (Deep Purple, Whitesnake) e é um cara que todo mundo gosta, independente do trabalho que ele faça.


Esse disco é algo surpreendente. O timbre que Jimmy Page consegue tirar de sua Gibson é algo surreal. E a banda que acompanha os dois é muito boa. Destaque pra cozinha que teve a participação de bons músicos, entre eles Guy Pratt que fez parte da Pink Floyd. Ouve até um rumor de que, junto com John Paul Jones e Jason Bonham, eles fossem fazer uma turnê de reunião do Led Zeppelin.

Mas como todo rumor em torno da Zep é SÓ um rumor... Imagino como teria sido essa turnê. Até porque o timbre de vocal do Coverdale é muito parecido com o de Robert Plant. Mesmas melodias, mesmos agudos. Iria ter sido bem legal. Mas já que não teve turnê de reunião da Led, vamos curtir esse disco que vale muito a pena.


Coverdale Page by Luis Fernando Brod on Grooveshark

Um comentário:

  1. Cara, que disco fantástico!!! Obigado, muito obrigado...
    Passa no meu blog:
    http://arquivoscriticos.blogspot.com

    ResponderExcluir