quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Eric Clapton quer parar!


Prestes a lançar o 21º disco de sua carreira, Eric Clapton afirmou para edição americana da revista Rolling Stone que "quando eu tiver 70 anos, eu vou parar. Eu não vou parar de tocar, mas vou parar de fazer turnês, eu acho".

"Se eu pudesse fazer isso (shows) em torno do meu bairro, seria ótimo. Vote tem caras no Texas que tocam no circuito deles, e isso os mantém vivos. Mas, para mim, a luta é a viagem", explicou. Ainda, Clapton disse odiar lidar com a imigração de cada país que visita para se apresentar. "Eu nunca entendi isso direito. Eu esqueço de tirar o meu cinto, ou tenho moedas no meu bolso (...). Eu só não quero mais fazer isso", disse.

"Old Suck" vai ser lançado dia 21 de março e ganhará uma turnê americana na primavera. 


Promoção Aumenta e Idealshop


Galera. Desde o dia 19/01/2013 vínhamos anunciando aqui no blog a parceria que fizemos com a Idealshop, onde sortearíamos dois livros para dois felizardos: a biografia do Rage Against The Machine e a do Blink 182. A data final para o sorteio era hoje. Eis que chegou o dia. Primeiro, quero agradecer ao Felipe da Idealshop que ajudou nesta empreitada. 

Segundo quero agradecer a quem curtiu e participou da promoção, muito obrigado. Logo logo teremos mais novidades pitando por aí, fiquem ligados. Enquanto isso, vamos curtindo o blog que sempre vem recheado de notícias.

Veja abaixo a relação dos dois ganhadores. Estaremos entrando em contato via facebook para acertar o envio.


Ouça na íntegra o novo do Stereophonics


Na próxima semana o Stereophonics irá lançar seu novo disco, Graffiti on the Train e você já pode ouvir o álbum na íntegra clicando neste link aqui.


Tom Petty and the Heartbreakers anunciam turnê



Tom Petty e os Heartbreakers anunciaram várias datas em sua nova turnê americana. Mas não espere ouvir "Won't Back Down" somente em arenas desta vez. Em vez disso, os veteranos do rock 'n' roll querem manter essa turnê intimista e aconchegante, tocando em lugares menores e mais próximos ao público.

A banda está em estúdio, gravando o sucessor de Mojo de 2012.


Johnny Marr e Ron Wood juntos


Não bastasse o cara ter ganho o prêmio Godlike Genius 2013, concedido pelo semanário NME, estar divulgando o seu novo trabalho solo "The Messenger", Johnny Marr ainda contou com uma presença ilustre em seu set de seis músicas, que fechou a premiação. Ele e Ron Wood (Rolling Stones) tocaram juntos "How Soon Is Now?", música que o próprio Marr fez sucesso quando ainda tocava no The Smiths. O resultado você confere logo abaixo. Legal né?


Mad Season e o EPK de Above


O relançamento do álbum Above da Mad Season acaba de ganhar mais um atrativo. Trata-se do EPK (Eletronic Press Kit) com raridades em vídeo e que mostram Layne Staley dividindo o palco com Mark Lanegan (ex-Screaming Trees), durante a apresentação da banda no Moore Theatre, em 1995.

As três canções inéditas assinadas por Mark Lanegan também ganham destaque nos depoimentos de Mike McReady e Barret Martin, que aproveitaram para contar histórias sobre os falecidos Layne Staley e John Baker Saunders. Veja o vídeo abaixo.



quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Kurt Cobain teria saído do Nirvana antes de morrer


O TMDQA, com informações do Grunge Report, traz à tona um questionamento importante: Segundo Curt Kirkwood, da banda Meat Puppets, que recentemente deu uma entrevista ao site Song Facts, ele falou a respeito de um assunto em torno da morte de Kurt Cobain que, pelo menos para o grande público, nunca foi divulgado nem discutido

Segundo ele, Kurt teria DEIXADO o Nirvana antes de morrer:

"Eu sei que pouco antes dele morrer, próximo a isso acontecer, eu acho que foi depois do Acústico [MTV], tenho certeza, ele saiu da banda e foi para Milwaukee e entrou para o The Frogs. Eu não sei o quanto isso era sério, mas lembro que alguém me contou. Foi assim qeu eu comecei a me interessar pelo The Frogs."

A notícia poderia passar em branco se viesse de algum músico qualquer na tentativa de ganhar divulgação, mas o Meat Puppets excursionou com o Nirvana durante um tempo e foi justamente no meio dessa turne que a banda aceitou gravar o Acústico MTV.

No show que rendeu o disco, aliás, três músicas do Meat Puppets escritas por Curtwood são tocadas pelo Nirvana com a participação do próprio e de mais um integrante dos Puppets. São elas "Plateau", "Oh Me" e "Lake Of Fire".

Será que Kurt teria realmente saído da banda e entrado para outro grupo? Fato é que, inspirados por Cobain, os Frogs escreveram duas músicas para ele e também lançaram e homenagearam com o bizarro VHS Toy Porno.



terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Capa e preview de novo disco de Iggy & The Stooges


Foi divulgada a capa do novo disco do Iggy And The Stooges, Ready To Die, que será lançado no dia 30 de abril (veja acima).

Clicando neste link aqui, você pode encontrar o álbum em pré-venda. E abaixo, você pode ver e ouvir um treco de "Scarecrow", que faz parte deste novo trabalho.



Jimmy Page pode ser o novo guitarrista do Black Country Communion


O grande Ricardo Seelig, do Collector's Room nos traz a tona um rumor que vem ganhando cada vez mais força: Glenn Hughes teria convidado Jimmy Page para ser o novo guitarrista do Black Country Communion no lugar de Joe Bonamassa, e a mente brilhante por trás do Led Zeppelin estaria a um passo de aceitar o convite.

Bem, vamos aos fatos: a relação entre Bonamassa e Hughes azedou na época do lançamento do terceiro disco do BCC, Afterglow. O motivo foi a recusa de Joe em sair em turnê promovendo o álbum, focando todos os seus esforços em sua carreira solo. Mercadologicamente, a decisão de Bonamassa faz todo sentido, pois ele, sozinho, vende muito mais discos que o BCC. Porém, também é compreensível a reclamação de Glenn, afinal uma banda lançar um trabalho novo e não fazer shows para promovê-lo é, no mínimo, estranho.

Há dois pontos que devem ser levados em consideração nessa história de Page no BCC. A primeira é que o Black Country Communion foi formado em torno de Joe Bonamassa, com participação ativa do produtor Kevin Shirley. Por isso, seria estranho o guitarrista ficar fora de uma possível segunda encarnação do conjunto.

E o segundo ponto é que um dos parceiros de Page nas aparições recentes do Zeppelin, Jason Bonham, é baterista do BCC, o que ajudaria, e muito, na entrada de Jimmy na banda. Vale lembrar também que o próprio Shirley já possui uma relação de trabalho duradoura com Page e o Led Zeppelin, trabalhando na nova versão do ao vivo The Songs Remains The Same e no triplo How The West Was Won, além do multiplatinado Led Zeppelin DVD. Shirley produziu ainda Live At The Greek, gravado por Jimmy Page ao lado do Black Crowes, e No Quarter - Unledded, de Page & Plant.

Repetindo: não há confirmação sobre nada disso ainda, mas os rumores estão tomando proporções cada vez maiores nas últimas semanas. Como bons fãs do Led Zeppelin, torçemos para que aconteça e que Jimmy volte à ativa, mostrando a sua genialidade em outra banda além do Zeppelin.

Agora fica uma pergunta no ar. Recentemente, Robert Plant deu uma entrevista ao programa 60 Minutes Australiano, onde deixou escapar (nas entrelinhas) que estaria aberto a reunir o Led e sair em turnê. Bem, tudo o que queremos é que a música boa prevaleça. Então, vamos ficar na torcida.

David Bowie - "The Stars (Are Out Tonight)"


Conforme noticiado aqui no dia 18/02, ontem foi o lançamento do novo clipe de David Bowie, "The Stars (Are Out Tonight)".

O clipe traz David Bowie e a atriz Tilda Swinton (oscar de melhor atriz coadjuvante em 2007. Vocês devem lembrar dela em Constantine e Crônicas de Nárnia), como um casal feliz que é perseguido por celebridades. Segunda a página oficial no Facebook do cantor, a história do clipe "captura o momento do século 21 de convergência de idade, gênero e a divisão entre normais e celebridades".

Veja abaixo.


segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Escute a nova de Rob Zombie


Rob Zombie, que vai lançar seu novo disco no dia 02 de maio "Venomous Regeneration Vendor" acaba de disponibilizar o single para Dead City Radio. Ouça abaixo.



Morre guitarrista "Dangerous" Dan Toller



Dan Toler, conhecido por seu trabalho no Gregg Allman Band, morreu em sua cidade natal, Sarasota, na Flórida. Ele tinha 65 anos de idade.

Uma nota em sua página oficial do Facebook diz: "É com grande pesar e tristeza que o nosso querido amigo e amado, Dan Toler, faleceu pacificamente em seu sono na noite passada. Por favor, mantenha Debbie e da família em suas orações. Gostaríamos também de pedir neste momento que você deve respeitar a privacidade da família. A família Toler agradece todo o seu amor e apoio". 

Em 2011, Toler foi diagnosticado Esclerose Lateral Amiotrófica (ALS), vulgarmente conhecida como "doença de Lou Gehrig." Desde então, foram realizadas muitas ações para ajudar a pagar suas contas médicas e de sensibilização para a doença, que afeta o sistema nervoso central e torna difícil para os músculos para receber mensagens do cérebro.

Dangerous Dan como era conhecido, gravou os discos I'm No Angel (1987) e Just Before The Bullets Fly (1988)


Assista "Sacrifice" novo clipe da veterana Saxon


Quem estará lançado disco novo no próximo dia 1º de março são os veteranos do Saxon. Sacrifice, o novo clipe que pode ser visto abaixo, também foi escolhida como primeiro single. A clássica banda do NWOBHM deve passar pelo Brasil no final do mês de março, divulgando seu novo trabalho. Curta abaixo.



Ouça 10 demos inéditas do Oasis




E não é que o pessoal do Oasis News vieram com mais uma grata surpresa? Na última sexta-feira (22/02), o site divulgou um álbum completo com 10 canções demo do Oasis. Elas teriam sido feitas em Liverpool e Manchester entre 1992 e 1993, e ficaram inéditas até o dia de hoje. Abaixo, você tem o player completo que dura aproximadamente 47 minutos. Curte aí.



Além do disco, a inédita "Lock All The Doors" e "Setting Sun" (Cover do Chemical Brothers) podem ser ouvidas abaixo em suas versões demo. Curte aí.





E olha só a foto que os Beady Eye's postaram hoje cedo em seu Twitter Oficial. Eles estão em estúdio gravando o sucessor de Different Gear, Still Speeding de 2011.


E aí gostou? Então, que tal clicar aqui e baixar o disco na íntegra, pra você curtir no seu player? Rock On!

George Harrison, 70 anos hoje


Se estivesse vivo hoje, estaria completando 70 anos de idade. Talvez o Beatle mais espirituoso e o mais vanguardista, George Harrison se destacou na banda por suas composições emblemáticas (Taxman, What Is Life, Within You, Without You, While My Guitar Gently Weeps, Something, Here Comes The Sun).

O Beatle George também teve grande sucesso em sua carreira solo. Parabéns George.


sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Ouça cover de "T.N.T." feita pelo Anthrax


Foi divulgada hoje a versão de "T.N.T." gravada pelo Anthrax para a clássica música do AC/DC e que fará parte do EP Anthems, que será lançado dia 19/03 nos EUA e dia 22/03 na Europa.

Aumenta Que Isso Aí É Rock N' Roll!


Rock In Rio 2013


Mais uma banda anunciada para o Rock In Rio 2013. O Matchbox Twenty foi confirmado na madrugada desta sexta-feira pela organização do festival. Eles irão tocar no mesmo dia que Nickelback e, ao que tudo indica, há fortes rumores que o headliner da noite seja Bon Jovi, o que ainda é só um boato.

O Matchbox Twenty fez muito sucesso na década de 90 e sua música mais conhecida é "Push" (clique para ver o clipe. Rob Thomas ensaiou uma carreira solo e chegou a gravar com Santana nos anos 2000. A banda  é legal, boa pra quem gosta de sessão da tarde ao som de uma boa baladinha.

É o Rock In Rio que começa a ganhar vida. 



Rainbow - Straight Between The Eyes (1982)



Este é o álbum de maior sucesso de toda a carreira do Rainbow. Algumas pessoas irão contestar esta afirmação, citando a fase clássica com Dio e tudo mais, mas o fato é que com "Straight Between The Eyes", o Rainbow ganhava o status de grande nome. O que era antes o projeto do ex- guitarrista do Deep Purple se tornava uma grande potência do hard rock mundial. Talvez movidos pelo Hit "Stone Cold", o Rainbow estourou definitivamente no Japão e nos E.U.A, os maiores mercados da indústria fonográfica.

Neste disco, estreava o tecladista David Rosenthal que substituía (a altura) o talentoso Don Airey. Este álbum também foi o segundo com o jovem vocalista norte americano chamado Joe Lynn Turner, que substituiu o apenas razoável Graham Bonnet. Joe estreiou no álbum "Difficult to cure" mas apenas refez os vocais que haviam sido gravados por Graham. Os músicos se mostravam em forma, Joe e Bobby se mostravam mais soltos em relação ao álbum anterior.

E a super banda ainda contava com Roger Glover no baixo, Bobby Rondinelli (Black Sabbath, Blue Oyster Cult, Quiet Riot) na bateria e o talentosíssimo Ritchie Blackmore (claro) nas guitarras. Nesse disco o Rainbow soa mais harmônico, mais voltado para o AOR, tendo um direcionamento comercial muito mais aguçado, talvez a fase mais comercial de Ritchie Blackmore.

O disco ainda tem um clipe para Death Alley Driver, que conta com Joe Lynn Turner jogando Pole Position em um fliperama da Sega, jogo que ficou mundialmente conhecido nos videogames Atari. O clipe é tosco, mas vale a pena ver a intensidade sonora da música, um petardo no pé do ouvido, literalmente.

Um disco que acabou sendo esquecido mas que ganhou reedição especial ano passado, com o aniversário de 30 anos. Sonzeira.




Foo Fighters e o processo de gravação do novo CD


Você já ouviu a expressão "tá com o bicho carpinteiro nas calças?" Pois essa expressão cabe direitinho para Dave Grohl. Após anunciar um recesso com a Foo Fighters, anunciar seu novo projeto, o Sound City que, além de dirigir um documentário montou uma super banda para a divulgação e, além do mais, gravar as baterias para o novo disco do Queens Of The Stone Age, e ainda dirigir um clipe dos amigos do Soundgarden, agora o cidadão anuncia, em pleno British Awards: "Volto amanhã (ontem, 21/02) para Los Angeles para começar a trabalhar num disco do Foo Fighters".

Mais uma prova de que, quando se faz o que gosta, com amor e muita dedicação, as coisas acontecem muito bem. Que venha Foo Fighters. 


Dave Lombardo fora do Slayer


Dave Lombardo foi demitido do Slayer, segundo o site da Classic Rock. A notícia que está correndo o mundo desde quinta-feira, 21/02/2013, pegou todos desprevenidos. Justo agora que o Slayer está de turnê marcada para a Austrália.

Em comunicado oficial, Dave pede desculpas a todos que já compraram os seus ingressos, se sente chocado e triste, mas que infelizmente os seus fãs não o verão mais no Slayer daqui por diante. O que acontece é que ele descobriu que a banda receberia apenas 10% dos valores arrecadados e que o restante, ia pros bolsos dos managers e outras despesas. Junto com Tom Araya, ele contratou alguns auditores, para ficar a par da situação, mas não teve acesso as informações e dados detalhados na mesma.

Ao querer questionar isso com Kerry King (guitarrista) e propor um novo "modelo de negócio", recebeu um sonoro não para tudo isso e, no dia seguinte, no ensaio, Kerry King não teria aparecido e, depois de uma hora de ensaios, recebeu um e-mail dizendo que estava demitido da banda.

Coisas que acontecem com qualquer um, indubitavelmente. Uma pena que tenha sido desta forma. Veja abaixo o comunicado oficial.



terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

"Famous", novo clipe do Black Drawning Chalks


A ótima banda Black Drawning Chalks, natural de Goiânia vem se destacando cada vez mais no cenário independente nacional com seu Stoner Rock. No Dust Stuck On You é o nome de seu mais novo trabalho que agora ganha mais um clipe, da música "Famous".

O local escolhido foi o Centro Cultural Oscar Niemeyer, um dos cartões postais mais visitados de Goiânia. A banda foi filmada por Rafael Kent e o resultado (que teve estréia no site Revolver, um dos mais conceituados do meio musical), você vai conferir logo abaixo. Sonzeria!



Don't Look Back In Anger


Há 17 anos o Oasis lançava o single da música "Don't Look Back In Anger", seu maior sucesso comercial. A canção se tornou o segundo single a alcançar o #1 inglês. O compositor Noel Gallagher admitiu que "Imagine" (o teclado da introdução) e "Watching The Wheels" foram as principais influências na hora de compor a música.

Algumas curiosidades sobre a música: A capa do single é uma homenagem ao incidente em que Ringo Starr deixou a banda durante a gravação do The White Album. Depois de os outros três Beatles convenceram-no a voltar, George Harrison decorou o kit de bateria de Ringo em vermelho, branco e flores azuis, para mostrar o seu apreço.

O lado B "Step Out" foi originalmente planejado para o álbum (What's The Story) Morning Glory?, mas foi retirado depois que Stevie Wonder pediu 10% dos royalties, pois a canção tinha uma semelhança com seu hit "Uptight (Everything's Alright)". Além disso, Wonder, juntamente com Henry Cosby e Sylvia Moy recebeu o crédito  por ter escrito a música, juntamente com Noel.

Abaixo então ouça e relembre os 17 anos de "Don't Look Back In Anger". 


"Gotta Get Ouver", ouça agora


Eric Clapton que irá lançar disco novo esse ano (12 de março), acaba de divulgar o primeiro single de seu novo disco. "Gotta Get Over" pode ser ouvida logo abaixo. Curta aí!



segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

David Bowie anuncia novo single "The Stars (Are Out Tonight)


Um post simples feito sábado, dia 16/02 em sua página oficial no facebook já causou um grande alvoroço em toda a rede. Trata-se desta imagem acima, onde David Bowie anuncia que no dia 26/02 vai lançar seu novo single, "The Stars (Are Out Tonight)".

Então, vamos aguardar para ver a surpresa que nos espera. Enquanto isso, vamos curtir "Where Are We Now".


Robert Plant se diz aberto à reunião em 2014.


Via Playa Del Nacho

Robert Plant deu uma entrevista à edição Australiana do programa 60 minutes. Entre outras conversas, a apresentadora (Tara Brown) questionou sobre uma possível reunião:

"Sabe, os outros dois caras (referindo-se à Jimmy Page e John Paul Jones) são ambos do signo de Capricórnio, e eles se fazem de mortos; eles não dizem nada", afirma Robert. "Mas eles são bem contidos no que dizem e deixam as entrevistas pra eu fazer".

Brown: "... pra que você fique de vilão da história".

Plant: "Eu não sou o vilão da história"

Brown: "Bem você é para todos aqueles fãs do Led Zeppelin que adorariam que você dissesse 'sim, vamos nos reunir'".

Plant: "Bem, então você precisa falar com os Capricórnios... porque eu não tenho nada para fazer em 2014".

Será que Page vai sucumbir? Seria ótimo, pois desde 2007 aguardamos essa possível turnê de reunião.


Ouça música inédita do Mad Season

Via Van do Halen

"Locomotive", com vocais de Mark Lanegan, estaria no segundo álbum do grupo, que nunca foi lançado. Ela está disponível na reedição de Above, disco de estréia da Mad Season. A versão chega ao mercado no dia 02 de abril, mas a música já pode ser conferida clicando neste link aqui.

Ouça mais duas inéditas de Noel Gallagher


Nesse final de semana, o site Oasis News publicou mais uma dupla de demos perdidas de Noel Gallagher. Depois de lançar 06 músicas inéditas mês passado, os fãs do músico fuçaram a internet e encontraram mais duas grandes novidades do arquivo não lançado do ex-líder do Oasis.

A primeira é a belíssima "Just Let It Come Down Over Me", uma super balada, com Noel ao violão. Ouça abaixo:


Já "Come On Outside" é o oposto. Aqui, Noel aumenta o volume da guitarra e a música torna-se grandiosa, com corais ao fundo e bateria enfurecida que, de acordo com o Oasis News, foi gravada por Zak Starkey (filho de Ringo Starr), ainda na época da banda de Manchester. Ouça abaixo:


Legal né? Será que tem novidade pintando por aí? Vamos torce pra que sim.

Ouça "The Messenger", disco novo de Johnny Marr na íntegra


Jonhnny Marr, o lendário guitarrista do The Smiths, está lançando o primeiro disco solo de sua carreira, chamado "The Messenger". O álbum está previsto para se lançado dia 26 de fevereiro, mas a Rolling Stone disponibilizou o streaming do disco e você pode ouvir ele clicando neste link aqui.

Abaixo, o videoclip para Upstars, sonzeira.


sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Ouça Rival Sons tocando James Brown



A banda Rival Sons foi a revelação do ano de 2012, lançando o excelente Head Down, que figurou ai na lista dos melhores do ano de várias pessoas da mídia especializada. O mais legal é a versatilidade da banda em suas influências. Vejam a excelente versão para o clássico de James Brown, tocada em uma rádio canadense. Rock On!


Stephen Pearcy e sua autobiografia



Stephen Pearcy, vocalista da banda RATT, vai lançar sua autobiografia "Sex, Drugs, Ratt & Roll: My Life In Rock" no dia 07 de maio. A autobiografia de 288 páginas, promete deixar o leitor a parte sobre tudo o que um rockstar vivenciou nos períodos áureos do Hair Metal: as groupies, quartos de hotéis destruídos, as drogas e tudo mais que você possa imaginar.

Se a memória de Pearcy permitir, vai ser uma boa oportunidade para o pessoal conhecer como era a glamurosa época dos anos 80. 


quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Maiden England 1988


A EMI anunciou o lançamento do DVD Maiden England '88 para o dia 25 de março. O show, filmado em Birminghan durante a turnê Seventh Son Of A Seventh Son World Tour estará disponível a partir do dia 25 de março, e chegará às lojas em formato duplo. O primeiro disco terá o show na íntegra, que foi especialmente atualizado e ampliado a partir do lançamento em VHS de 1989 e inclui três faixas inéditas: Running Free, Run To The Hills e Sanctuary, totalizando 110 minutos de show.

Já o disco dois é um bônus com um documentário exclusivo com a terceira parte da história do Iron Maiden. O vídeo de 40 minutos continua a história a partir da World Slavery Tour '84/85, além do vídeo Twelve Wasted Years, lançado originalmente em 1987 e também em CD Duplo remasterizado, "Picture Vynil Duplo e ainda, em formato digital para download. Item indispensável para qualquer colecionador do Maiden.


Black Sabbath - Black Sabbath (1970)


No dia 13 de fevereiro (numa sexta-feira) de 1970, era lançado o disco de estréia da banda Black Sabbath. Mal sabiam eles que ia se tornar um disco cult e eles seriam um dos responsáveis pela invenção do Heavy Metal, com temas ligados ao ocultismo. 43 anos hoje. Curta abaixo.

Black Sabbath - Black Sabbath (1970) by Luis Fernando Brod on Grooveshark

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Assista "Oldfellows", novo clipe do Tomahawk


Quem também não para nunca é Mike Patton. Ele acaba de lançar um novo cliep com a banda Tomahawk, "Oldfellows", que também leva o nome do disco lançado dia 29 de janeiro, que conta ainda com Duane Denison (Jesus Lizard), Joh Stanier (Battles, Helmet) e Trevor Dunn (Mr. Bungle), vai passar pelo Brasil no festival Lollapalooza.

O clipe é bem psicodélico e deve mesmo ter saído da mente de Mike Patton. Sonzeira. Curte aí.



segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

A Donzela de Ferro e a História: The Number Of The Beast (1982)

"Woe to you, Oh Earth and Sea... For the Devil sends the beast with wrath, because he knows the time is short..
Let him who hath understanding reckon the number of the beast for it is a human number... It's number, is Six Hundred and Sixty Six.."

Este aqui é considerado um dos melhores álbuns de Heavy Metal do planeta de todos os tempos. Aqui, uma pequena mudança acontece na banda. Pequena mesmo. O inglesinho de 1,68, Paul Bruce Dickinson entra para a banda, no lugar de Paul Di'Anno.



Iron Maiden - The Number Of The Beast (1981)

The Number Of The Beast é o resultado de Harris ter assistido A Profecia II (Damien: Omen II) e ler o poema Tam o'Shanter do escritor escocês Robert Burns (1759-1796)

Tam o'Shanter também é o nome de uma coisa de colocar na cabeça, tipo de um cap (aquela boina com um pompom em cima). E o nome foi tirado do personagem e não o contrário. O poema escrito em escocês misturado com inglês, fala de uma visão de Tam o'Shanter voltantdo para casa depois de muito tempo estando no pub.


A introdução de The Number contém duas passagens da bíblia: Apocalipse 12:12 e 13:18. A intro foi narrada por um locutor da radio Capital 95.8, que ainda funciona e tem o slogan: The uk's nº.1 hit music station. (N. do E.: Segundo o Islington Tribune, Barry Clayton foi quem gravou a intro de The Number of The Beast. Morreu no dia 29 de dezembro de 2011 aos 80 anos)

Na época em que foi lançado, houve um grande murmurinho dos religiosos dizendo que a banda era do demônio - e ainda dizem - por conta do clip e da capa do CD. Mas todos os conhecedores da Donzela sabem que a banda não tem nada de satanista - e se tivesse seria boa do mesmo jeito.



Voltando ao primeiro som do álbum, Invaders fala sobre a invasão dos Vikings na Inglaterra. Os Vikings são uma antiga civilização nórdica, da Escandinávia (Suécia, Noruega e Dinamarca). Além de colonizadores e comerciantes, eram também conquistadores e engajaram-se na conquista dos demais territórios europeus como a França, Bretanha e ilhas do Atlântico Norte. Seu apogeu foi nos séculos VII e IX.


Os ataques dos vikings, principalmente os dinamarqueses, contra os ingleses começaram por volta do ano de 793. Eles tomaram vários reinos ingleses, ficaram por ali e passaram a comercializar. A área inglesa sob domínio dinamarquês era chamada de Danelaw - onde as leis dinamarquesas prevaleciam.

Depois disso foi aquela velha bagunça de povo conquistando povo: os ingleses recuperaram o território depois perderam de novo para os dinamarqueses que depois perderam para os normandos (eram vikings franceses por assim dizer).

Children Of The Damned é resultado de outro filme visto por Harris. Aliás, dois filmes: Village of the Damned e Children of the Damned. As duas séries tratam de crianças com poderes psíquicos.

Dizem também que Bruce na Radio 6 BBC, afirmou que esta música foi inspirada pelo som Children Of The Sea do Black Sabbath, na época do Dio.

The Prisioner é baseada em uma série de TV dos anos 60, estrelada por Patrick McGoohan. Na série, o agente abandona o serviço secreto britânico e é preso quando chega em casa. Ele é levado para "The Village", onde os nomes são trocados por números. Ele é o número 6. Na medida que o sujeito avança na hierarquia, seu número diminui até o 1, que manda no lugar.


A introdução da música "We want information, information, information. Who are You? The new number two. You are number six. I'm not a number ya. I'm a free man! Hahahahaha!", faz parte do segundo capítulo do seriado, The Chime Of Big Ben, aos 2:48. Caso tenha curiosidade este é o primeiro episódio: The Arrival  (sem legendas).

22 Acacia Avenue segue com a saga da prostituta Charlotte que começou lá no primeiro álbum. Acacia Avenue dá nome para mais de 60 ruas no Reino Unido. A Acacia Road mais próxima onde Steve Harris nasceu, Leytonstone, fica em Hornchurch. A BBC e The Guardian tem reportagens sobre estas ruas.

Run To The Hills conta a história do massacre dos nativos americanos pelos estadunidenses. Após as 13 colônias estadunidenses conseguirem a separação da Grã-Bretanha, eles avançaram para o sul e o oeste da América. Tribos indígenas foram dizimadas sob o pretexto, com tons de nazismo, do tal do destino manifesto.



O destino manifesto (1840) era o clamor dos estadunidenses de que eles eram predestinados pelo Deus deles a dominar a América - matando, invadindo e escravizando os demais povos "inferiores". E ainda o fazem, agora no mundo todo (não é mesmo senhores Bush 1, 2 e 3?!)

É bem similar também ao comando do Papa Urbano II para que as pessoas fossem para as Cruzadas (texto), e os que lá morressem iriam para o céu - e, de quebra, ganhariam alguns "trocados", saqueando os sarracenos - mas isto é outra história.

Gangland parece falar sobre um ex-gangster apavorado pelo seu passado. Falando em Gangues, nos EUA existem dados que tratam apenas dos perfis dos gângster, contam aqui no National Gang Center, subordinado a BJA (Bureau of Justice Assistence).

Total Eclipse descreve um eclipe total, onde todos ficam aterrados de medo diante da escuridão total.

Por fim, esperando em sua cela, quando os sinos começam a tocar, sem muito tempo para pensar na vida passada, pois às 5 horas o levarão para a forca, as areais do tempo estão acabando, devagar... Assim termina o post com Halloweed Be Thy Name, a narração de um pré enforcamento.


Após este álbum, o baterista Clive Burr deu lugar a Nicko McBrain. A banda faz mais sucesso ainda e parte para a maratona de álbuns e tours pelo mundo. Mas esse é só o começo do sucesso da Donzela!

Abaixo, o álbum na íntegra, com as faixas bônus, lançado em 1995.


The Number Of The Beast - 1982

01. Invaders
02. Children Of The Damned
03. The Prisioner
04. 22 Acacia Avenue
05. The Number Of The Beast
06. Run To The Hills
07. Gangland
08. Total Eclipse
09. Haloweed Be Thy Name

Formação
Bruce Dickinson - Vocais
Steve Harris - Baixo e Backing Vocals
Dave Murray - Guitarra
Adrian Smith - Guitarra e Backing Vocals
Clive Burr - Bateria

Leia o post do disco anterior: Iron Maiden - Maiden Japan (1981)

Grammy 2013: The Beach Boys Smile Sessions


Parabéns ao The Beach Boys, que ganhou o Grammy de "Melhor Álbum Histórico", "The Smile Sessions (Deluxe Box Set)" na noite passada.


Brian Wilson pegou o prêmio e disse: "Eu estou tão orgulhoso que poderia chorar. Acho Van Dyke e eu estávamos no caminho certo, afinal. Obrigado aos meninos e para esses belos vocais."

Você pode comprar The Smile Session (Deluxe Box Set) clicando neste link aqui:


Há 50 anos, os Beatles gravavam "Please Please Me"


Há 50 anos hoje, por coincidência numa segunda-feira também, os Beatles entravam no estúdio 2 da EMI em Abbey Road 3 para gravar seu primeiro LP, que viria a se chamar Please Please Me, que era o título do segundo single deles, que fora lançado um mês antes e atingiu o número 1 da parada britânica. Foram 12 horas para gravar 12 faixas, começando por "There's a Place" e encerrando com "Twist And Shout". E, para comemorar a data, a BBC Radio 2 reunirá hoje, músicos no mesmo estúdio 2 para recriar o disco durante o mesmo tempo que durou a gravação.

Graham Coxon, guitarrista do Blur, Joss Stone, a banda Stereophonics, Gabrielle Aplin, Mick Hucknall (Simply Red) e uma banda composta por músicos de grupos contemporâneos dos Beatles em Liverpool no começo dos anos 60, entre outros, participam deste projeto. O programa será gravado para ir ao ar pela BBC TV no dia 15. Haverá depoimentos de Burt Bacharah, co-autor de "Baby It's You", do engenheiro de som Richard Langham, que foi auxiliar do engenheiro Normam Smith na gravação e não sabia quem eram os Beatles e de Tony Barrow, ex-assessor de imprensa da banda.

Não está anunciada a participação de nenhum dos Beatles sobreviventes e nem de George Martin, o produtor do disco e de todos os demais, com exceção do disco Let It Be, produzido por Phil Spector.



Grammy 2013: The Black Keys, o grande vencedor da noite


A 55ª edição do Grammy Awards, que ocorreu na madrugada deste domingo para segunda em Los Angeles, teve como um dos principais destaques da noite o The Black Keys. A dupla Dan Auerbach e Patrick Carney levaram os troféus por "Melhor Canção", "Melhor Performance", com a música "Lonely Boy" (apresentada ao vivo na premiação), e "Melhor Álbum" com El Camino. Ainda, Dan Auerbach foi escolhido o "Produtor do Ano", pelo trabalho em Locked Down de Dr. John, que também foi agraciado como "Melhor Álbum de Blues".

O Black Keys é um das principais atrações do festival Lollapalooza Brasil, que acontece em março. 


domingo, 10 de fevereiro de 2013

Cliff Burton (1962-1986)


Nascido em 10 de fevereiro de 1962, Clifford Lee "Cliff" Burton desde cedo demonstrou seu interesse por música clássica e jazz, depois descobrindo o Heavy Metal. Em 1982, com a banda Trauma, viaja para Los Angeles para tocar no clube Whiky A Go Go. Por acaso, na platéia encontravam-se Lars Ulrich e James Hetfield. O resto da história vocês já sabem. Morreu em um acidente de ônibus em 1986, deixando uma lacuna no Metallica e no mundo da música. Grande cara, grande músico.




sábado, 9 de fevereiro de 2013

Rainbow - Down To Earth (1979)


Lançado em 1979, Down to Earth é o quarto álbum de estúdio da Rainbow. Em 1977 eles tinham lançado o excelente disco Rainbow Live In Munich, que contava, além de Ritchie Blackmore e Ronnie James Dio com Bob Daisley (Baixo), David Stone (Teclados) e Cozy Powell (Bateria). Após este disco a formação se desfaz e Ritchie dá início a um Rainbow, agora com Roger Glover (Deep Purple), que na época estava curtindo uma de produtor e volta a assumir a posição das quatro cordas, além de manter Cozy Powell nas baquetas.

Para o lugar de David Stone ele chama Don Airey (Black Sabbath, Gary Moore, Ozzy Osbourne, Deep Purple) para os teclados e um então desconhecido Graham Bonnet (Alcatrazz, Impellitteri, The Michael Schenker Group) para os vocais. A maioria das composições são assinadas por Blackmore/Glover, que projetaria a banda às paradas de sucesso nas rádios FM, na América, mercado quase que fechado para a banda e a consolida na Europa e Japão, como uma das mais populares bandas do rock pesado.


O disco é um pouco diferente dos anteriores em que o lado clássico das composições eram mais fortes e a duração das músicas era mais longa. Aqui o lado comercial falou mais forte e Cozy Powell teve que adaptar-se ao estilo mais Rock N' Roll de Roger Glover, o que o tornaria mais econômico em sua levada. 

O destaque fica por conta de Graham Bonnet, um cantor injustiçado. Ele não é nenhum Ronnie James Dio, mas conseguiu com que a banda alcança-se patamares que até então não tinha sequer imaginado. Com essa formação, tocaram no festival Castle Donnington Monsters Of Rock, onde foram headlines ao lado de Riot, Touch, April Wine, Saxon, Judas Priest e Scorpions. 

O disco é uma obra-prima, recheados de riffs maravilhosos. As músicas "All Night Long" e "Since You Been Gone" chegaram a ter clipes vinculados na MTV, no extinto programa Headbanger's Ball e você pode vê-los abaixo, bem como ouvir o disco Down To Earth na íntegra, inclusive com os dois singles B-Sides 7'" Bad Girl" e "Weiss Heim". Sonzeira.



Rainbow - Down To Earth (1979) by Luis Fernando Brod on Grooveshark