quinta-feira, 21 de março de 2013

Pink Floyd - The Final Cut, 30 anos


Hoje faz 30 anos que o disco The Final Cut do Pink Floyd foi lançado. Este é o último disco com Roger Waters em sua formação. Originalmente previsto para ser uma banda sonora do filme da banda "The Wall", ele evoluiu para tornar-se um álbum conceitual, marchando contra a guerra e com o subtítulo "A Requiem For The Post War Dream" (uma elegia para o sonho do pós-guerra).

The Final Cut foi dedicado ao pai de Roger Waters, Eric Fletcher Waters. Ainda mais sombrio em sonoridade que The Wall, essa álbum re-examinou vários temas discutidos do mesmo, mas se dirigindo a fatos da época, incluindo a raiva de Waters da participação da Inglaterra na Guerra das Malvinas, a culpa que ele colocou nos líderes políticos (The Fletcher Memorial Home), e conclui com uma visão cínica de uma possível guerra nuclear (Two Suns In The Sunset). 

Há também uma pequena história sobre a paranoia de um veterano da II Guerra Mundial ("You Possible Pasts", "The Hero's Return", "Paranoid Eyes" e "The Final Cut"), supostamente por estar envolvido no bombardeamento a Dresden.


"Not Now John" é a única faixa do disco em que David Gilmour canta e é a mais pesada do disco. As discussões entre ele e Waters a essa altura eram tão ruins que eles não eram vistos gravando no mesmo estúdio. Enquanto David Gilmour queria fazer rock sem compromisso, Roger Waters, com todo o humor inglês a sua particularidade (digamos, megalomania), queria fazer "óperas-rock", sempre com o senso crítico social. Waters disse que seus companheiros de banda nunca entenderam completamente a importância dos comentários sociais que ele fazia (poisé, nem eu). No fim da gravação, o crédito de co-produção de David Gilmour foi tirado do encardo do disco, apesar dele ter recebido os direitos autorais. Não houve turnê para esse álbum, muito embora Roger Waters apresentou algumas canções do disco em suas turnês posteriores.

De fato, esse álbum encerra a carreira de Roger Waters no Pink Floyd que, após anos de brigas judiciais, continuou como banda. Eles se reencontrariam nos palcos em 2005, no evento Live 8, tocando durante 25 minutos, para deleite de todos nós.

Curta abaixo o disco.

Fonte: wikipedia

Nenhum comentário:

Postar um comentário